Se você está buscando um passeio turístico memorável, conhecer um pouco mais sobre as principais vinícolas na Serra Gaúcha fará a diferença no momento de escolher seu próximo destino de viagem.

Esse recanto italiano dentro do Brasil, com vinhos de excelente qualidade e espaços aconchegantes para desfrutar a bebida enquanto degusta alguns quitutes e aprecia uma linda vista da Serra Gaúcha tem um charme especial que não pode ser subestimado.

Continue a leitura para descobrir como são as vinícolas gaúchas e fazer uma escolha acertada na hora decidir sua próxima viagem!

Miolo 

Sediada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, a vinícola Miolo oferece uma experiência completa ao visitante, com direito à minicurso de degustação, acompanhamento de um enólogo, passeio pelos caves e parreirais.

O local é muitíssimo bonito e organizado e conta ainda com um Wine Garden ao ar livre, no qual o visitante pode sentar-se e tomar sua taça de vinho enquanto admira a bela paisagem em ambiente seguro e confortável em meio à natureza.

Cave de Pedra

Também localizada em Bento Gonçalves, o Cave de Pedra Winery surgiu da iniciativa de empresários que decidiram emular uma vinícola medieval em meio à Serra Gaúcha.

O charme do local e a qualidade dos vinhos e espumantes é o grande diferencial nesse espaço que conta com um castelo construído a basalto e com temperaturas amenas constantemente controladas pelos especialistas.

É o local ideal para ir a dois e ter um momento único na viagem por essa região especial do Rio do Grande do Sul.

Vinícola Ravanello

A Vinícola Ravanello lançou seus primeiros vinhos em 2010, mas os proprietários Normélio Ravanello — de família de tradição vitivinícola na cidade de Antônio Prado — e sua esposa Rosa Maria já têm ampla experiência na área, advinda de outros tempos.

A produção no local é bastante rigorosa e profissional, com a presença de um laboratório próprio de controle e tonéis diversos para a produção de diferentes tipos de vinhos e espumantes.

Oferecem degustações de queijos e frios, visitação às vinícolas, além de estarem em um belíssimo terroir em Gramado, com mais de 2 hectares de vinhedos. Um passeio e tanto para quem preza por uma boa bebida!

Vinícola Don Giovanni

A vinícola Don Giovanni é uma das maiores do Vale dos Vinhedos, com nada menos que 17 hectares. Se diferenciam pelo cuidado especial na plantação, que preza pelo plantio e manutenção dos parreirais de maneira ecologicamente correta. Dispensam o uso de agrotóxicos e fertilizantes, e seguem o cultivo biodinâmico, respeitando o calendário astrológico do ciclo das plantações.

Localizada no município de Pinto Bandeira, nas imediações de Bento Gonçalves, a vinícola se instalou onde era originalmente a fábrica da bebida Dreher, de origem alemã. Contam com uma charmosa pousada que dispõe de lareira, varanda com vista privilegiada para o sol e a natureza, xadrez gigante e 8 quartos para hospedagem, sendo 7 deles de alto padrão. 

Vinícola Cainelli

Mantida desde a primeira geração da família italiana Cainelli, que chegou ao Brasil por volta de 1875, a quarta geração dos Cainelli cuida dessa tradicional vinícola em Bento Gonçalves.

Os visitantes são recebidos pelos proprietários e podem desfrutar de um jantar no porão do estabelecimento e acessar também o museu situado no segundo andar da vinícola. Para quem busca uma experiência diferenciada, para além da degustação, pode ser um excelente local para se visitar.

O Rio Grande do Sul tem muito a oferecer aos turistas. Aproveite das informações deste post para criar a sua rota e desfrutar dos melhores vinhos do Brasil.

Se gostou de conhecer as 5 principais vinícolas na Serra Gaúcha, aproveite para descobrir também 4 atrações imperdíveis em Gramado!